Estratégias Básicas de Geo-targetting

Por Vinicius Paes - 23 jul 2008

O problema é o seguinte: a sua empresa tem um produto e deseja vende-lo em países distintos. O que seria melhor fazer ? Ter um site ou dois ? Leia nosso tutorial e descubra algumas estratégias.

O problema é o seguinte: a sua empresa tem um produto e deseja vende-lo em países distintos de culturas distintas os quais possuem a mesma língua. Por exemplo: Reino Unido e Estados Unidos , ou mesmo Brasil e Portugal. Seria melhor criar 2 sites ou 1 site ? Abaixo algumas extratégias de otimização de sites que podem ser usadas:

  1. Criar apenas um website .com, e promovê-lo em ambos territórios

    Ponto Negativo: Você teria problemas em gerenciar conteúdo específico por país (ex.: preços em REAIS e EURO). Porém, não seria fácil rankear no Brasil e Portugal juntamente. Devido a relevância que a search engine dá para o país na qual se hospeda o site.

  2. Criar um site domínio.com.br e o segundo em um subdomínio pt.domínio.com.br ou subdiretório ( domínio.com.br/pt).

    Ponto Negativo : Pode-se fazer uma analogia com um problema da própria Apple. O site global (EUA) e o mesmo dedicado ao Reino Unido, que também há registros de problemas com geo-targetting.

  3. Criar 2 sites: domínio.com.br e domínio.com.pt, e gerenciá-los de forma independente.

    Ponto Negativo: dois sites significam o dobro de esforço necessário. Porém, seria difícil controlar o conteúdo duplicado gerado por ambos, pois são dedicados ao mesmo produto ( keyword ) e na mesma lingua. Facilmente penalizado por ação Black Hat SEO.

  4. Criar um site domínio.com e dois subdiretórios: /br e /pt e usar redirecionamento por IP para direcionar os visitantes para sua região específica.

    Ponto Negativo : não é uma prática SEO efetiva, pois os crawlers do google usualmente visitam o site principal e não será rankeado de forma satisfatória nos demais países.

Há com certeza vantagens e desvantagens em cada estratégia, embora seja uma praticidade publicar seu produto em países que compartilham o mesmo idioma, poupando tempo com tradução dos textos, sabemos que na prática pode ser um grande problema de SEO. Cada caso deve ser estudado, e verificar os recursos disponíveis para melhor resolução do problema otimizando os mesmos.

Sobre o Autor:
Autor
Mestre em Ciência e Tecnologia da Computação pela Universidade Federal de Itajubá, e fascinado pelo desenvolvimento em diversas tecnologias web. É possível encontrá-lo pelo Twitter, Facebook e Google+.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!