Sitelinks : como Criar, Gerenciar e Entender

Por Vinicius Paes - 18 out 2008

Entenda o conceito dos Google Sitelinks e descubra como criá-los em suas páginas e gerenciá-los da melhor maneira em seu site !

O que são Sitelinks?

Ao fazer uma busca no google já observou que algumas páginas, aquelas na primeira posição apresentam abaixo de sua descrição alguns links relacionados? Então, estes são os famosos sitelinks, são compostos pelos links mais atrativos para a Search Engine, que compoem um menu interno da página ou sua nav bar (navigation bar). Como só aparecem para a primeira posição, digamos que seja um “presente” para a página mais relevante sobre a procura de determinada keyword (palavra-chave), há também possibilidade de retirar algum link que não seja de seu interesse, basta entrar no google webmaster tools e alterar as configurações.

Google sitelinks : sitelinks da mundoseo

Qual a finalidade dos Sitelinks ?

Basicamente tem a finalidade de auxiliar o usuário em acessar alguma parte de interesse do site em questão. Como uma parte do site destinada a blog, ou uma sessão de login. Desta maneira o usuário vai diretamente está a informação desejada.

Sitelinks: saiba seus benefícios

Primeiramente o destaque extra que seu site terá nos resultados de busca orgânica é um fator crucial, pois Sitelinks : dão maior credibilidade ao site perante os usuáriostambém demonstra maior credibilidade para o visitante. Temos também a usabilidade para o usuário, pois pode acessar páginas internas mais rapidamente, aumentando a experiência do mesmo com seu web site.

Outro ponto que devemos levar em consideração, é que geralmente os sitelinks são mais visíveis quando procuramos por uma marca em si, ou uma palavra chave muito direcionada a um web site, desta forma o usuário que realizou a pesquisa já pode ser um visitante antigo, e está familiarizado com o conteúdo, tendo um acesso rápido na área de seu interesse, esta que poderia ser uma sessão de “download” do site, por exemplo.

E Por que o Google gera Sitelinks ?

Com base em várias especulações nos fóruns de webmasters, temos aqui as principais especulações por trás do google sitelinks.

Base Teórica 1: Links orientados ao usuário

Sitelinks : links orientados ao usuárioOs sitelinks são dados as páginas web quando estes tem maior aceitação pelos usuários que o buscam por determinado assunto.

Fundamentação da Teórica 1 (traduzida do Google):

“Nós só mostramos os sitelinks nos resultados quando pensamos que os mesmos serão úteis para o usuário”

Indo além, tal teoria explica outro aspecto interessante sobre os sitelinks, ele podem ter especificação por região (utilizando conceito de geo-targetting ). Com a atratividade sobre determinado país, o web site apresenta sitelinks, como sua relevância em outro não é tão satisfatória assim não apresenta sitelinks.

Base Teórica 2: Links orientados a autoridade do domínio

Sitelinks : links orientados a força do domínioQuão mais significativo a força do domínio, comparado aos sites que compartilham o mesmo nicho de mercado, mais facilmente conseguirá sitelinks.

Fundamentação Teórica 2 (traduzida):

“Você provavelmente percebeu que  a maioria dos resultados de pesquisa não mostram sitelinks; os poucos que mostram geralmente são aqueles de maior porte ou bastante populares. Então a dica que posso dar a vocês é que devem trabalhar em cima da visibilidade de seu web site e na popularidade do mesmo.”

Base Teórica 3: Links com orientação SEO

Sitelinks : links com orientação SEOMuitos webmasters perceberam que alguns artifícios de otimização de sites em determinada página, auxiliam na obtenção de sitelinks.

  1. Links localizados na base do código fonte tem uma chance maior de se tornarem sitelinks.
  2. Links localizados no menu de navegação: nav bar, nav menu.

Base Teórica 4: Links orientados a força da marca

Muitas pessoas tem grande convicção que o Google faz pesquisas sobre marcas específicas para considerar se o seu site/marca é merecedor de sitelinks.

Base Teórica 5: Links orientados a competição

Os sitelinks costumam aparecer também nos resultados dos mecanismos de busca quando a busca onde seu site tem pequena competição, ou nenhuma.

Espero que tenham gostado desta abordagem sobre os sitelinks, mais especificamente do Google Sitelinks, e nos vemos em meu próximo post. Não esqueçam de assinar nosso feed, e ficar por dentro em primeira mão dos próximos artigos. Caso tenham também alguma teoria sobre sitelinks, não deiem de comentar! Até a próxima!

Sobre o Autor:
Autor
Mestre em Ciência e Tecnologia da Computação pela Universidade Federal de Itajubá, e fascinado pelo desenvolvimento em diversas tecnologias web. É possível encontrá-lo pelo Twitter, Facebook e Google+.

4 Comentários

  1. Ricardo karam disse:

    Muito interessante a materia, para que as pessoas saibam realmente como funciona.

  2. Olá Ricardo!
    Obrigado pelo comentário! Fico feliz em ajudar os parceiros de SEO e os curiosos na área!

  3. Fica mudando o site e alterando as URL do mesmo prejudica muito o mesmo nos Mecanismo de pesquisa….

Deixe o seu comentário!