Black Hat SEO Parte 2: Link Farming

Por Vinicius Paes - 22 ago 2008

Black hats do tipo Link Farm ( plantação de links ) estão entre os tipos mais comuns, entenda como funcionam e descubra o que não fazer.

Link Farming: Plantando Links

Um dos fatores que indicam para o Google e o Googlebot quais são os melhores sites como todo sabe ( ou deveria saber ) é a quantidade de links que chegam até o seu site ou blog. Teoricamente, se um site recebe muitos links de outros sites de mesmo assunto é sinal de que ele é importante e é uma referência no devido assunto, por isso uma das diretrizes primordiais do Google é justamente essa: quanto mais links relevantes ( de sites relacionados ) um site ou blog tiver mais relevante ele deve ser. A partir dessas informações ( como eles não são bobos ) os profissionais de Black Hat SEO, desenvolveram então uma tática chamada Link Farming.

Picture is © Natsume Inc. All Rights Reserved.

Link farming basicamente consiste em “cultivar links” entrando em comunidades de sites onde todos se ajudam apontando links uns para os outros, claro não podemos confundir um inocente blogroll ou então uma coluna de parceiros na sua sidebar com um link farm, link farms ocorrem na casa das centenas ou milhares de links trocados, é justamente aí que mora o Black Hat, trocar uma enorme quantidade de links consiste em uma tática deliberada de alterar o Pagerank de um site ( a quantidade de links de entrada eleva o Pagerank ), e toda e qualquer tentativa de manipulação… resulta em punição !

A Arquitetura do Black Hat de Link Farming

Dizer o que efetivamente se trata de um link farm e o que não se trata é um assunto que gera uma certa polêmica, já que o Google e as grandes Search Engines sempre que podem evitam dar detalhes sobre o seu funcionamento e também do modo como elas tratam os Black Hats. Mas basicamente além do fator quantidade de links citado acima existe outro fator que determina uma black hat de Link Farming: o direcionamento dos links. Controlar quais links chegam aos nossos sites ou blogs é uma tarefa dificil, mesmo para os profissionais de SEO, já que a internet é um território livre e qualquer um pode contruir um link para qualquer lugar, portanto se você receber um link estranho de um site estranho algum dia não estranhe e não se preocupe, mesmo que este “site estranho” comprovadamente seja um site de Link Farming o Google a principio não vai te punir, pois você não tem culpa de receber tal link ( o Google não vai te punir, mas vai ficar esperto.. ). Agora, se além de receber um link de um site suspeito você também começar a trocar links com ele ou outros sites do mesmo estilo, ai sim, está caracterizada uma link farm e você será punido. Resumindo, você pode até eventualmente receber um link de Link Farm ( sem querer é claro ), o que você não pode fazer é participar delas em sí. Agora cuidado ! se o Googlebot perceber que você anda recebendo muitos links de link farm “sem querer”, neste caso ficará caracterizado outro tipo de Black Hat: Links Comprados ( mas sobre ele falaremos com detalhes outro dia ).

Tipos e Exemplos de Link Farm

Para ilustrar melhor o tópico e exemplificar bem quais estratégias você não deve fazer, acima abaixo os 2 tipos mais comuns de link farming:

Link Farming: Troca indiscriminada de links

  • Troca de Links Indiscriminada: É o primeiro modelo de Link Farm que foi desenvolvido, basicamente consiste em um sistema em que os sites participantes fazem links para todos os outros ( ou quase todos os outros pra dar uma disfarçada ) e recebem uma quantidade equivalente de links.

Link Farming: Recebimento de Links de Sites Aleatórios

  • Recebimento de Links de Sites Aleatórios: Neste modelo de Link Farm, o site principal ( no caso indicado em preto ), começa a receber uma grande quantidade de links de sites aleatórios para dar a falsa impressão aos motores de busca que ele se trata de um site importante. Claro, como já foi dito acima, receber uma grande quantidade de links não é algo ruim, desde que estes links sejam de sites sérios e relacionados ao assunto do seu, caso contrario, fica caracterizado sim, um black hat de link farm.

Por hoje é só leitores do Mundo SEO, espero que fiquem atentos nas adequações das Search Engines tendo bom resultado em sua Otimização de Sites.

Sobre o Autor:
Autor
Mestre em Ciência e Tecnologia da Computação pela Universidade Federal de Itajubá, e fascinado pelo desenvolvimento em diversas tecnologias web. É possível encontrá-lo pelo Twitter, Facebook e Google+.

9 Comentários

  1. Olá galera eu estou fazendo esta semana vários posts falando sobre os blogs mais interessantes na internet
    e estarei linkando estes blogs em meus posts…

    eu gostaria de saber o seguinte:

    Será que cada link para determinado blog em cada post..
    será caracterizado pelo google como black hat…essa semana eu fui linkado por um blog que tem page rank 4..
    mas o link está na área blogroll será que este link poderia se tornar um black hat ou link farm, se eu começar a receber links de muitos blogs eu poderei ser punido pelo google?
    abraços….
    sucesso a todos

  2. Blogando 2.0 disse:

    Já ia me esquecendo…meu blog fala sobre tecnologia, sobre programação web, hardware,novidades e orkut…

  3. Vinicius Paes disse:

    Olá Rodrigo Porto

    Essa sua dúvida é uma dúvida muito comum entre os blogueiros e webmasters. Muitas vezes fica dificil para as search engines determinar o que é e o que não é um Black Hat, por isso elas sempre adotam a política de só punir Black Hats e cheats comprovados.

    Fazer e receber links não é e nunca foi perigoso ( é uma prática muito saudavel inclusive ) o problema ocorre quando há uma tentativa de manipulação, por exemplo: você além de estar no blogroll de todas estas pessoas que você fez um link você também toda semana ou todo dia, começar a receber um link deles e fazer um link também para inflar a quantidade de links, ou seja, todos começam a trabalhar para aumentar a quantidade de links um do outro, isso sim é uma Link Farm.

    De resto não precisa se preocupar Rodrigo 🙂

  4. DeathVult disse:

    Não há necessidade de fazer todo um esforço para ficar bem cadastrado, se seu site tem as ferramentas corretas, se o conteúdo for bom, ou for exclusivo, ele já vai ficar bem indexado.
    Estas técnicas no final só resultam e perda de tempo e dinheiro.
    Quem sai perdendo é o usuario que acaba sendo induzido para um site que não tem nada a ver com o que estava buscando.
    Por isso acho importante sites como o stumbleupon e o digg que condicionam a relevância do conteúdo a partir de avaliações humanas.
    Grande matéria parabéns!

  5. Vinicius Paes disse:

    Olá DeathVult, concordo com você plenamente, se o seu site tem conteúdo relevante, dispõe de ótima usabilidade para o usuário, ou seja, seja um site de qualidade, obviamente o retorno é imediato. É necessário sim um trabalho de otimização de sites, pois do que adianta um site de qualidade que ninguém consegue “ver”. Mas também os resultados vêm com o tempo, basta continuar com o bom trabalho. E realmente as avaliações humanas são um ótimo indício.
    Grande abraço, e obrigado pelo comentário!

  6. MENTALIDADE disse:

    O problema é que dessa forma fica difícil conseguir mais popoularidade no gogle, já que quase qualquer troca de links, se considera black hat. *link*

  7. Sérgio Ronei disse:

    Olá Galera!!!

    Surge agora uma questão. Trabalho com webdesign e Seo. Todos os nossos projetos estão apontando para o nosso site. É site de vinícolas, confecção, hotéis… nada a ver com webdesign. E piór e que o link que aponta está sempre no rodapé. ou seja, todas as internas apontam para o nosso site. (sem contar que temos alguns sites de jornais… tem casos em que mais de 1000 internas de um site aponta para o nosso).

    Neste caso, o que vocês aconselham? O Google considera esta uma técnica de black hat seo? (nosso page rank é 4)

  8. Vinicius Paes disse:

    @Mentalidade
    É necessário ter cautela no processo de direcionamento de links. Como citado, a prática de troca de links é uma técnica black hat SEO cabível de punição e deve ser evitada. É necessário somente ter certos cuidados neste processo de linkagem de sites afiliados com as devidas tags, para não dar relevância a uma punição.
    Um abraço

  9. Vinicius Paes disse:

    @Sergio
    Este processo não caracteriza ser Black Hat SEO, pois somente seu clientes enviam link para seu site. Era necessário que o processo fosse mútuo para ser passível de punição. Continue com o bom trabalho de Otimização de Sites e seu pagerank irá aumentar cada vez mais!
    Um Abraço

Deixe o seu comentário!